Voltemos ao Evangelho!

AOS CRENTES QUE NÃO GOSTAM DE HIERARQUIA NAS IGREJAS

Ciro Zibordi



Aumenta a cada dia o número de crentes que não se sujeitam aos líderes e pensam que estão certos. Não respeitam pastores, verberam contra a liderança e afirmam que só devem obediência a Deus. “Igreja não é quartel general”, argumentam. E, generalizando, chamam qualquer liderança firme, segura, de coronelista.

Entretanto, vemos na Bíblia que o próprio Deus prioriza e hierarquiza. Ele — que podia ter formado todas as coisas com uma única palavra — fez questão de formar tudo a seu tempo, dia a dia (Gn 1). O Senhor também pôs em ordem as tribos de Israel (Nm 2), pois o nosso Deus é um Deus de ordem (1 Co 14.40).

De acordo com 1 Coríntios 12.28, há uma hierarquização dos dons e ministérios — estabelecida por Deus, é evidente. Ela existe, não para que um portador de certo dom e ministério se considere superior aos outros, e sim para que haja ordem na casa do Senhor.

Deus pôs na igreja “primeiramente apóstolos” (1 Co 12.28; Ef 4.11). Existem apóstolos hoje? Sim! Mas é claro que há também pseudo-apóstolos, que propagam muitas “apostolices”. Quem são os apóstolos do Senhor, então? São homens de Deus, enviados por Ele, com grande autoridade, e não autoritarismo. Eles formam a liderança maior da igreja, independentemente dos títulos empregados pelas denominações (pastores-presidentes, bispos, reverendos, pastores, presbíteros, etc.).

É importante não confundir títulos com ministérios e dons. Estes vêm do Espírito Santo, enquanto os títulos são recebidos dos homens. Na Assembleia de Deus, por exemplo, não existe o título de apóstolo. Mas isso não significa que não exista o ministério apostólico. Este, segundo a Bíblia, perdurará “até que todos cheguemos à unidade da fé e ao conhecimento do Filho de Deus, a varão perfeito, à medida da estatura completa de Cristo” (Ef 4.13).

O texto de 1 Coríntios 12.28 afirma, ainda, que Deus pôs na igreja “em segundo lugar, profetas”, mencionados — na mesma posição, depois dos apóstolos — em Efésios 4.11. Não confunda esses profetas com os crentes que falam em profecia nos cultos, também chamados de profetas em 1 Coríntios 14.29. O ministério profético neotestamentário é formado por pregadores (pregadores, mesmo!) da Palavra de Deus, portadores de mensagens proféticas.

Em seguida, a Palavra do Senhor, em 1 Coríntios 12.28, assevera: “em terceiro, doutores”. Veja como essa hierarquização ocorria na igreja de Antioquia da Síria: “havia alguns profetas e doutores, a saber: Barnabé, e Simeão, chamado Níger, e Lúcio, cireneu, e Manaém, que fora criado com Herodes, o tetrarca, e Saulo” (At 13.1). Nesse caso, os doutores, que atuam juntamente com os profetas, são ensinadores da Palavra de Deus.

Há casos, como o de Paulo, em que três ou dois dos ministérios mencionados (apóstolo, profeta e doutor) se intercambiam (1 Tm 2.7). Os ministérios de pastor e evangelista certamente fazem parte dos três escalões mencionados em 1 Coríntios 12.28, posto que são títulos relacionados com a liderança maior da igreja.

Finalmente, em 1 Coríntios 12.28, está escrito: “depois, milagres, depois, dons de curar, socorros, governos, variedades de línguas”. Milagres só vêm depois de apóstolos, profetas e doutores? Isso mesmo. Na hierarquização feita por Deus, o ministério da Palavra é mais prioritário que os milagres, haja vista serem estes o efeito da pregação do Evangelho (Mc 16.17). Observe que João Batista foi considerado por Jesus o maior profeta dentre os nascidos de mulher, mesmo sem ter realizado sinal algum (Jo 10.41).

Se não houver hierarquia nas igrejas, para que servirão os cargos e funções? Qualquer pessoa, dizendo-se usada por Deus, poderá mandar no pastor. Aliás, isso estava acontecendo na igreja de Tiatira, e o próprio Senhor Jesus repreendeu o obreiro frouxo que não estava exercendo a liderança que recebera do Senhor (Ap 2.20).

Deus é Deus de ordem! O princípio divino da hierarquização aparece em várias outras passagens neotestamentárias. Em 1 Coríntios 14.26, vemos que, no culto coletivo a Deus, deve haver ordem. Quanto à ressurreição, está escrito: “Mas cada um por sua ordem: Cristo, as primícias; depois, os que são de Cristo, na sua vinda” (1 Co 15.23). E, no Arrebatamento, tal princípio também será aplicado: “os que morreram em Cristo ressuscitarão primeiro; depois, nós, os que ficarmos vivos, seremos arrebatados juntamente com eles nas nuvens” (1 Ts 4.17).

Em 1 Tessalonicenses 5.23, vemos que Deus prioriza o espírito, na santificação. Muitos pregadores têm dito: “Deus nos quer por inteiro: corpo, alma e espírito”. Mas a Bíblia afirma: “e todo o vosso espírito, e alma, e corpo sejam plenamente conservados irrepreensíveis para a vinda de nosso Senhor Jesus Cristo”. Essa ordem mostra que a obra santificadora do Espírito Santo ocorre de dentro para fora, e não de fora para dentro.

O apóstolo Paulo também parabenizou os crentes da cidade de Colossos porque naquela igreja havia ordem (Cl 2.5). E ordem também significa respeitar a hierarquia! Afinal, os ministérios não são invenção humana. Eles foram dados por Deus para edificação do Corpo de Cristo (Ef 4.11-15).

Amém?


MARCADORES

A pessoa de Cristo A.W. Tozer aborto Abraão adventismo adversário Ágape Agostinho águas Albânia Além da Letra alforria aliança Amor Anjos Antigo testamento Antonio Gilberto apocalipse apologética apostasia arminianismo Arrebatamento arrependimento Àsia Ásia Central Assembléia de Deus Auschwitz Auxílio ao Obreiro avião batatas Batismo com Espirito Santo batismo com Espírito Santo batismo infantil batismo no Espirito Santo BBC bebida alcoólica Ben Gurion Bençãos besta bíblia sagrada Bíblia x Ciência Biblicamente bibliologia Billy Graham Blog Belverede bois brecha Brenda B. Colijn calvário CALVINISMO calvinistas Calvino cananeus carpinteiro carta carta de Judas casamento Castellion certo cerveja cessacionismo Ciro Zibordi clamor Claudionor de Andrade colheita comportamento confraria pentecostal Conhecimento continuismo conversão convite Corpo de Cristo CPAD cristãos cristianismo cruz Daladier Lima Dan Corner Daniel Santos Dave Hunt Davi David Botelho David Cloud Deus Conosco devocional diaconisas diálogo dizimo dízimo domingo Dons Espirituais Douglas Batista Doutrina Pentecostal Doxologia eleição Elias Elisabeth I Eliseu Antonio Gomes Eliseu Gomes enganador ensino equívocos religiosos errado erudição escórias escravatura Esmirna ética cristã EUA evangelho evangelicalismo evangelismo exegese Experiência expressões idiomáticas família família Cristã fariseus felicidade Festa da dedicação ficção filmes filosofia fim Flip Benham fonte fortalecimento fundidor Gálatas graça grupo de estudos Gunnar Vingren Habacuc herege heresia heresias Hernandes Lopes história história eclesiástica igreja igreja brasileira Igreja Fiel igreja primitiva Imael Brito imperialismo Inglaterra interpretação investigação Isaías Islamismo Israel Jerusalém João Cruzué Josenilson Félix Jourdon Anderson jugo desigual juízo Julgamento Keith Coward Kelem Gaspar leitura leões liberalismo teológico linguagem cristã Línguas estranhas livramento livre-arbítrio livro da vida Luciano Subirá Lutero maçã madrugada Marcelo Lyrio Marco Elias marxismo matrimônio Max Lucado Melquisedeque Menno Simons milagre ministério ministério feminino missionários missões missões transculturais mitos Moisés morte de Cristo mulher mulheres Mundanismo muro Natal nazismo Nietzsche noiva Norman Geisler Noruega novo testamento Obreiro Aprovado Oração Oriente Médio ovelha Palavra palavra revelada palha pão parlamento pastor pastores Paulo Junior paz Pecado pedobatismo peixe pentecostais Pentecostalismo perdão perseguição perseguições personagens piedade pobre prata Predestinação pregação expositiva Pródigo Profecia profecias Promessas questionamentos razão razão humana recenseamento Reforma Protestante refugiados Relacionamento religião religiosidade remédio renovados repreensão retórica revelação rico sábado sabedoria sacerdote sacrifício de Jesus salmos Salvação Samoa Sandro L. Oliveira sangue de Jesus santidade Santificação satélite século XX Século XXI serpente Silas Daniel simplicidade sinais sinais do fim Sinédrio soberania de Deus Sofia Müller sola scriptura soldado soteriologia Spurgeon Susanna Wesley Templo Teologia Teologia Pentecostal terrorismo terroristas testemunho Tiago Rosas titanic Tony Sousa trigo Vale verdade Versículos Bíblicos vida vida cristã vídeo vídeos vinha vinho visão whatsapp