Voltemos ao Evangelho!

ATIVISTA DEIXOU DE DEFENDER ABORTO, APÓS SER CONFRONTADA POR PASTOR COM A BÍBLIA

11.08.17


Esta semana faz 22 anos que Norma McCorvey (mais conhecida Jane Roe) se batizou, dando seu primeiro passo para uma das conversões mais improváveis ​​à fé cristã que alguém poderia testemunhar.

Décadas anteriores, McCorvey era uma ativista defensora do aborto - que nos EUA é chamada de "pró-escolha" - e foi uma figura-chave no caso 'Roe v. Wade', que abriu o caminho para a aprovação do aborto de dezenas de milhões de bebês posteriormente nos EUA.

Décadas após essa decisão fatídica, McCorvey acabou cruzando o caminho do pastor Flip Benham, que havia montado os escritórios de sua organização pró-vida logo ao lado da chamada "fábrica de aborto" na qual McCorvey trabalhava.

Em um podcast gravado para o site 'Faithwire' esta semana, Benham falou sobre seu relacionamento com McCorvey, incluindo o versículo da Bíblia que ele leu para ela e a fez mudar de idéia sobre o aborto.

Foi há 22 anos nesta semana que o próprio Benham batizou McCorvey, em um evento que foi transmitido em rede nacional de televisão nos EUA.

Mas até que ponto chegava os desvios de McCorvey? As primeiras recordações de Benham sobre ela não pintam uma imagem muito bonita.

"Ela deixava mensagens terríveis no meu telefone sobre cozinhar bebês e comer seus corpos", lembrou Benham. "Ela me convidava para comê-los com ela", ele diz, aparentemente ainda agitado, ao se lembrar de como ela era cruel.

Benham não se deixou ser dissuadido e um dia a confrontou com um versículo da Bíblia, comprovando que a Palavra de Deus tem poder suficiente para sacudir qualquer ideologia.

"Deus é pró-escolha", Benham disse a Norma, no que ela reagiu com incredulidade. O versículo que ele apontou para apoiar sua afirmação foi o capítulo 30 de Deuteronômio, versículos 19 e 20, que diz:

"Hoje invoco os céus e a terra como testemunhas contra vocês, de que coloquei diante de vocês a vida e a morte, a bênção e a maldição. Agora escolham a vida, para que vocês e os seus filhos vivam, e para que vocês amem o Senhor, o seu Deus, ouçam a sua voz e se apeguem firmemente a ele. Pois o Senhor é a sua vida, e ele lhes dará muitos anos na terra que jurou dar aos seus antepassados, Abraão, Isaque e Jacó".

Há quem diga que ele tenha gritado com ela naquela situação, porém o pastor conta que a exortação não foi exatamente desta forma, apesar de ter sido envolta por certa tensão, considerando que a aprovação da lei do aborto ainda era de certa forma, recente.

"Eu vinha pela avenida e vi Norma em frente a um café, segurando uma placa que divulgava o livro 'Eu sou Roe'. Uma das literaturas mais macabras que já vi, uma das ilustrações mais claras de como o diabo trabalha para destruir as vidas das pessoas", contou.

"A polícia tentava me parar, eles tentaram me jogar pro outro lado da rua. Mas eu insistia: 'Norma McCorvey, este é o resultado do que você tem feito a milhões de bebês. Você também é responsável pelas mortes deles", acrescentou.

O pastor contou que em uma conversa posterior com Norma - após a transformação dela - ela assumiu que realmente foi impactada pela Palavra que ele usou para confrontá-la naquela ocasião.

"Quando você disse aquelas palavras, eu não conseguia mais respirar", conta o pastor, citando Norma. "Eu comecei a chorar. Foi uma palavra dura, mas entendi que aquilo era a verdade".

O pastor ressaltou que esta é uma grande prova de amor que um cristão pode dar a alguém que está perdido.

"Se você ama uma pessoa de verdade, diga a verdade a ela. Não tente simplesmente 'colocar um curativo sobre a ferida', mas diga o que realmente está acontecendo", destacou.

Ministério

Atualmente Benham desenvolve um trabalho através da Operação 'Save America' e Operation Rescue, que alerta mulheres sobre os riscos reais do aborto e dão todo suporte às mães que desistem de abortar seus bebês. O pastor contou que a organização convenceu mais de 200 mães que iriam optar pelo aborto a mudar de ideia e preservar as vidas de seus bebês.


"É isso que acontece quando cristãos se colocam bravamente em frente às portas do inferno: Deus permanece ao lado deles ali e as portas do inferno não prevalecem", afirmou.

Fonte: Portal Guia-me

MARCADORES

aborto Abraão Ágape Agostinho águas Albânia Além da Letra alforria Amor Antigo testamento apocalipse apologética Àsia Ásia Central Auschwitz Auxílio ao Obreiro avião batatas batismo com Espírito Santo BBC bebida alcoólica Ben Gurion Bençãos besta Biblicamente bois brecha CALVINISMO Calvino cananeus carta cerveja cessacionismo clamor colheita comportamento Conhecimento conversão convite Crente Nominal cristãos cristianismo Daniel Santos David Botelho Deus Conosco devocional diálogo dizimo Dons Espirituais Doutrina ebd Elias ensino escravatura Esmirna ética cristã EUA evangelho evangelismo exegese expressões idiomáticas fariseus Festa da dedicação ficção filmes filosofia fim Flip Benham fonte fortalecimento Gálatas graça grupo de estudos Habacuc história história eclesiástica igreja igreja brasileira Igreja Fiel interpretação Isaías Israel Jerusalém Josenilson Félix Jourdon Anderson Julgamento Kelem Gaspar leitura leões liberalismo teológico livramento livre-arbítrio Luciano Subirá Lutero maçã madrugada Marcelo Lyrio Marco Elias Melquisedeque milagre ministério feminino missionários missões missões transculturais mitos Moisés mulheres muro Natal nazismo Nietzsche noiva Noruega novo testamento Obreiro Aprovado Oração Oriente Médio ovelha Palavra palavra revelada palha pão parlamento pastor paz Pecado peixe pentecostais Pentecostalismo perseguição perseguições pobre Pródigo Profecia profecias Promessas questionamentos Quinta medida razão humana Reforma Protestante refugiados religião remédio repreensão retórica revelação rico sabedoria sacrifício de Jesus salmos Salvação Samoa Samuel Santos sangue de Jesus santidade satélite Servas ICM sinais do fim Sinédrio Sofia Müller soldado soteriologia Templo Teologia terrorismo terroristas Tony Sousa trigo Vale verdade vida vida cristã vídeos vinha vinho whatsapp