Voltemos ao Evangelho!

A BÚSSOLA, A MINHA BÍBLIA E O CAMPO DE AUSCHWITZ

Por Marco Elias



A Bíblia Sagrada é uma bússola que tem como norte, a casa do Pai (o reino eterno). Na vida cristã existem servos de Deus, crentes nominais, teólogos e ainda há um grupo de religiosos que metem a marreta na bússola e utilizam apenas o ponteiro solitário. Aprenderam a confiar no ponteiro solto sem a base mecânica que sustenta o giro. Para onde o ponteiro aponta eles creem que é a determinação divina que não é obra do acaso, mas o fruto (segundo eles) dos decretos ocultos de Deus realizados antes da fundação do mundo.

A Bíblia explica a própria Bíblia. A palavra de Deus é um todo e não precisa da muleta religiosa de homens piedosos e muito menos das inferências dos matadores da idade média. As arvores são conhecidas pelos seus frutos. O uso do ponteiro fora da bússola destruiu o cristianismo na Europa e preparou o cenário para a ascensão do islamismo.

Aqueles que gostam de usar o ponteiro solto não querem aprender com a história e ignoram que a velha cartilha antissemita de Lutero foi a grande patrocinadora do ódio alemão contra os judeus. (CONFIRA AQUI).


Localizado na Polônia, Auschwitz é considerado Patrimônio Mundial da Humanidade pela ONU e recebe milhares de visitantes todos os anos, entre turistas e sobreviventes. Auschwitz existe para lembrar aos homens que é preciso corrigir os erros do passado. Deus por meio de sua soberania programou uma sinergia (ação de Deus e do homem) no processo que conduz o pecador à casa do Pai.

As teologias velhas e também as novas, fabricadas com argumentos do tipo ponteiro solto morrem junto com as instituições que as praticam (CONFIRA AQUI). A vida cristã genuína pautada em Deus e na bíblia sagrada não morre nunca, volta para a eternidade de Deus!

Roger Olsen, escritor e pregador evangélico escreveu o seguinte: “Alguém me disse que nenhuma teologia que NÃO possa ser pregada na frente dos portões de Auschwitz é digna de ser crida” - Fica a dica!


Que Deus nos abençoe!

Glória ao Pai, Glória ao Filho e Glória ao Espirito Santo!
Maranata, O senhor Jesus vem!

Por Marco Elias


MARCADORES

aborto Abraão Ágape Agostinho águas Albânia Além da Letra alforria Amor Antigo testamento apocalipse apologética apostasia Àsia Ásia Central Auschwitz Auxílio ao Obreiro avião batatas batismo com Espírito Santo BBC bebida alcoólica Ben Gurion Bençãos besta Biblicamente bois Brasil brecha CALVINISMO Calvino caminhada cananeus carta cerveja cessacionismo clamor colheita comportamento Conhecimento conversão convite corrupção Crente Nominal cristãos cristianismo Daniel Santos David Botelho Deus Conosco devocional diálogo dizimo Dons Espirituais Doutrina ebd Elias ensino escravatura Esmirna EUA evangelho evangelismo exegese expressões idiomáticas fariseus Festa da dedicação ficção filmes filosofia fim Flip Benham fonte fortalecimento Gálatas graça grupo de estudos Habacuc Hebreus 6 história história eclesiástica igreja igreja brasileira Igreja Fiel interpretação Isaías Israel Jerusalém Josenilson Félix Jourdon Anderson Julgamento Kelem Gaspar lava-jato leitura leões liberalismo teológico livramento livre-arbítrio Luciano Subirá Lutero maçã madrugada Marcelo Lyrio Marco Elias Melquisedeque milagre ministério feminino missionários missões missões transculturais mitos Moisés mulheres muro Natal nazismo Nietzsche noiva Noruega novo testamento Obreiro Aprovado Oração Oriente Médio ovelha Palavra palavra revelada palha pão parlamento pastor paz Pecado peixe pentecostais Pentecostalismo perseguição perseguições pobre Pródigo Profecia profecias Promessas questionamentos Quinta medida razão humana Reforma Protestante refugiados religião remédio repreensão retórica revelação rico sabedoria sacrifício de Jesus salmos Salvação Samoa Samuel Santos sangue de Jesus santidade satélite Servas ICM sinais do fim Sofia Müller soldado soteriologia Teologia terrorismo terroristas Tony Sousa trigo Vale verdade vida vida cristã vídeos vinha vinho whatsapp